Tradutor / Translator


English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Influências nefastas do rock satânico


Pe. Gabrielle Amorth

Vários autores católicos já preveniram das consequências nefastas do rock satânico. Recordo especialmente de Piero Montero, Satana e lo stratagemma della coda, Ed. Segno; Corrado Balducci, Adoratori do Satana, Ed. Piemme. Transcrevo alguns traços fundamentais, extraídos da revista Lumiére et Paix, maio-junho 1982, p. 30.

***

"Existe, nos Estados Unidos - depois, estendeu-se à escala internacional - uma associação chamada WICCA (traduzida, esta sigla significa: Associação dos Bruxos e Conjurados). Os compomentes desta associação são numerosíssimos, possuem três companhias discográficas e cada disco tem por objetivo contribuir para a desmoralização e para a desorganização interior da psicologia dos jovens. Praticam o satanismo e consagram-se à pessoa de Satanás.

Cada um destes discos descreve exatamente os estados de alma que convêm aos discípulos de Satanás e convida as pessoas a celebrarem a sua glória, a sua honra e o seu louvor. Há também um grupo famoso, muito famoso, cujos membros também pertencem a uma seita satânica da região de San Diego, divulgam em muitas de suas músicas - embora não em todas elas - os mesmos princípios, porque são sempre pessoas consagradas ao culto de Satanás.

Outra organização, também muito conhecida, é a de Garry Funkell, que produz o mesmo tipo de música. Estes grupos têm, sobretudo, o objetivo de divulgar os discos que têm por finalidade conduzir os jovens ao satanismo, ou seja, ao culto de Satanás.

Os discos consagrados a Satanás baseiam-se em quatro princípios:

- Primeira coisa: é importante o ritmo, chamado beat, que se desenvolve seguindo os movimentos da relação sexual. Repentinamente, os ouvintes sentem-se envolvidos numa espécie de frenesi. É por esse motivo que se registram muitos casos de histeria, produzidos pela escuta contínua desses discos; é o resultado que se obtém exasperando o instinto sexual por intermédio do beat de que falamos.

- Em segundo lugar, usa-se a intensidade sonora, deliberadamente escolhida de maneira a atingir uma força de sete decibéis acima da tolerância do sistema nervoso. Está tudo muito bem calculado; quando nos sujeitamos a esta música durante algum tempo, logo em seguida, a pessoa passa por um certo tipo de depressão, de rebelião e de agressividade, de tal modo, que se chega a certas atitudes, dizendo sem tomar consciência: "No fundo, eu não fiz nada de mal: só ouvi um pouco de música na balada". (Assim acreditam, também, muitos pais e educadores, totalmente inexperientes neste campo) Mas trata-se de um método previsto e bem calculado, que visa exasperar o sistema nervoso e, desse modo, leva à obtenção de um resultado bem determinado: levar os ouvintes a um estado de confusão e de desordem, que os impele a buscar formas de realizar o beat, ou seja, o ritmo que ouviram durante a balada; e é assim que se chega, também, a recrutar novos adeptos a iniciar no satanismo. Este é o objeto final dos seus autores.

- O terceiro princípio é transmitir um sinal subliminar. Trata-se de transmitir um sinal elevadíssimo, muito acima da capacidade do ouvido, um sinal supersônico, que atua no inconsciente. É um som importuno, da ordem dos 3.000 quilohertz por segundo, que não é possível captar com os nossos ouvidos, precisamente por ser supersônico; desencadeia no cérebro uma substância, cujo efeito é exatamente idêntico ao da droga, mas uma droga natural, produzida pelo cérebro, depois que aqueles estímulos são recebidos, mas de que não se dá conta. Num determinado momento, a pessoa sente-se estranha... Esta sensação incômoda induz a pessoa a procurar a droga propriamente dita ou a tomar doses maiores, caso já faça uso dela.

- Ainda há um quarto elemento: a consagração ritual de cada disco, no decurso de uma missa negra. De fato, antes de cada disco ser lançado no mercado, é consagrado a Satanás com um ritual particular que é uma forma autêntica de missa negra.

Se já parou para analisar as palavras destas canções (palavras que, por vezes, estão escondidas e apenas são perceptíveis se ouvirmos o disco na rotação contrária - ndr), percebemos que os temas gerais são sempre os mesmos: rebelião contra os pais, contra a sociedade e contra tudo o que existe; libertação de todos os instintos sexuais; a possibilidade de criar um estado anárquico para fazer triunfar o reino de Satanás. Basta tomar, por exemplo, a canção Hair, para encontrar quatro partes dedicadas ao culto de Satanás.

Depois de tudo o que dissemos, quem ousaria negar o perigo das influências do Maligno que conta com tantos cúmplices no caminho da rebelião e do ódio? Lemos no Apocalipse: "E furioso contra a Mulher, o dragão foi fazer guerra contra o resto da sua descendência, isto é, os que observam os mandamentos de Deus e guardam o testemunho de Jesus" (cf. Ap 12,17).

Pe. Gabrielle Amorth, Novos Relatos de Um Exorcista
Blog Widget by LinkWithin

13 comentários:

  1. Morte ao maldito nazareno chamado jesus, morte aos cristãos.

    ResponderExcluir
  2. Morte sim, morte pro mundo, morte pra tudo o que o demônio nos oferece, morte pra tudo o que possa nos aprisionar. E pra você, somente muita Oração, e que Deus lhe conceda a graça da conversão! AMÉM!!!

    ResponderExcluir
  3. CATÓLICOS NO PONTO DE ENCONTRO COM O DIABO?
    Os locais em que se concentram essas bandas e roqueiros muito doidões, bailes e desfiles carnavalescos lascivos, festinhas funks, shows como Lady Gaga e semelhantes, axés, festas halloweens ou doutros esquemas são puras perversões.
    Idem, as sexo-novelas, filmes e vídeos pornôs, assim como assistir e subsidiar os BBBs da vida iguais a streap-tease em boites ou montagem de filmes imorais em público, etc., os mais diversos estilos, ritmos e tendências, uma parafernália de som e agito totais, se embalando à base de álcool, drogas, sexo e todo tipo de perversão e alienação possíveis nos locais.
    De fato, esses estratagemas fazem parte de um plano satânico da Nova Era - NWO/SHA - de partidos socialistas/comunistas e (ou) sociedades secretas de desagregar as pessoas por meio de promiscuidades gerais, desfamiliarizando-as e alienando, destruindo todas as referências ético-moral-cristãs católicas para dividi-las entre si, engajando cada uma em determinado movimento reivindicatório, atiçando sempre a competição, a cobiça e a inveja, subvertendo-as à adoção do aborto, uniões gays, glbts, pedofilia, indistinção sexual etc., situações que aumentarão a violência e facilitará futura dominação de um povo desintegrado, amoral, que será subjugado por um Estado socialista totalitário, opressor, materialista e ateu - uma patrulha ideológica social - são a síntese dos soturnos projetos da NWO/SHA.
    Aliás, quem participa dos eventos acima favorece a mais a injustiça, por cooperar financeiramente para ingressar ou assistir às depravações, incentivando novas apresentações; além do mais, as bandas de roqueiros alucinados ou individuais apresentadoras de shows, bailes etc., são todos asseclas de satanás, provando-o por meio de muitas letras de músicas lascivas ou apologistas ao diabo, vícios e comportamentos gerais e algumas tatuagens específicas de seus seguidores, como escorpiões, cobras, lagartos, etc.
    Concluindo: tais situações configuram serem todos os participantes desses shows e locais de "PONTOS DE ENCONTRO E COMPARTILHAMENTO COM O DIABO E COM SEUS COMPARSAS".
    Acha uma boa idéia tomar parte disso, iniciando desde já sua parceria com o diabo para eternidade?

    ResponderExcluir
  4. na boa... diabo num existe...nem mesmo deus

    ResponderExcluir
  5. Na boa, pq vc diz que nem o diabo nem Deus existem? Há algum motivo nessa sua cachola, ou é apenas um desejo irracional e infantil para que vc não precise dar conta de nada do que fez por aqui? Na boa...

    ResponderExcluir
  6. De fato, fiquemos longe do rock satânico.
    Li outro dia um relato de um padre exorcista, o qual não lembro o nome, que ele presenciou uma possessão diabólica apenas por um jovem OUVIR uma música de heavy metal. Portanto, vigiemos!

    Deus vos abençoe!

    Gostei muito do seu blog e queria trocar links com voCê. Tenho um blog catolico chamado www.salvaialmas.org.

    Se quiser trocar links ou banners entrar em contato no jairanlucena@hotmail.com

    Deus te abençõe!

    ResponderExcluir
  7. Rock... eu não sou rockeira nem nada mais acha q faz alum sentindo rock ter o significado de ''Associação dos Bruxos e Conjurados'' não acha issu meio bizarro u.ú não tenho desrespeito a o critoes alem disso minha mãe mesma éuma cristan... e eu me orgulho dela ser uma, mas essa historia ta muito mal contada tem sim rock q são meio satanicos mais não são todos os rock tem rock q nem satanico é .-. .

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. OBS: Que fique claro que não estou discordando de nada,mais tem dois tipos de rock o satanico, e aqueles mais legais q nem tem ave com demonio e tals, bem era só isso que continuem com as otimas publicaçoes cristans e DEUS abençoe voces.
    ^-^

    ResponderExcluir
  10. Isso que é uma auto-crítica, Rayane.. "hahahahahhaha"

    ResponderExcluir
  11. Pessoal, eu como ex roqueira, ex espírita e ex ocultista, conheço o lado das duas moedas e posso afirmar com toda a certeza: Pe.Gabrielle Amorth está totalmente certo! Tanto o espiritismo como o rock (não falo somente da letra, falo tb do ritmo) estão totalmente ligados à prática oculta, que por sua vez não provém de DEUS e sim do demônio. Infelizmente, o demônio existe sim e se disfarça em anjos de luz para nos orientar pelo caminho errado. Ou então finge não existir para cairmos no pecado pensando que tudo é permitido e que não existe inferno, nem céu, nem DEUS. Espero que vcs jovens abram os olhos e se convertam a JESUS o mais rápido, deixando de lado a falsa sensação de alegria que o rock traz. Lembrem-se: ouvir rock trata-se uma momentânea sensação de prazer que leva a outras falsas momentâneas sensações de prazer como a droga e o sexo. Por trás disso, existe um culto satânico que evoca o mal e rouba a verdadeira felicidade do ouvinte, fazendo dele um ser vazio e perdido. Como mencionado, o prazer é somente no momento da música. Com JESUS temos a verdadeira e eterna felicidade calcada no prazer do amor, no prazer da paz de espírito, no prazer da alegria, no prazer do preenchimento do ser e no prazer de sentir a graça e a misericórdia de DEUS. Que DEUS lhes abençoem!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar. Mas, se for criticar, atenha-se aos argumentos. Pax.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...