Tradutor / Translator


English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

A CNBB faz parte da hierarquia católica?


"A CNBB fala em nome da Igreja e posa, ante os fiéis, como expressão suma da autoridade eclesiástica, mas não é sequer uma entidade da Igreja, é uma simples sociedade civil sem lugar nem função na hierarquia católica. Os bispos, individualmente, têm autoridade para falar em nome da Igreja. A CNBB, não. Está na hora de os fiéis, em massa, tomarem consciência disso."

Olavo de Carvalho, Diário do Comércio.
Blog Widget by LinkWithin

7 comentários:

  1. «...mas não é sequer uma entidade da Igreja, é uma simples sociedade civil sem lugar nem função na hierarquia católica»

    Isto é falso e só mostra o panfletismo de algumas declarações de Olavo de Carvalho. Se as Conferências Episcopais não fossem uma entidade da Igreja e se se reduzissem a uma simples sociedade civil, não viriam mencionadam nem definidas as suas funções no Código de Direito Canónico. E, com efeito, o Código de Direito Canónico atribui importantes funções às Conferências Episcopais. Veja-se, por exemplo isto: http://www.vatican.va/archive/ESL0020/__P1K.HTM.

    ResponderExcluir
  2. Não consegui acessar o link, meu caro.

    ResponderExcluir
  3. A CNBB é uma organização destinada a permanecer ao longo da história como instrumento de comunhão afetiva e efetiva entre todos os Bispos, e de eficaz colaboração com os Ordinários diocesanos de cada Igreja Particular na tríplice função de ensinar, santificar e governar as ovelhas do próprio rebanho.

    Dei uma breve pesquisada e vi, no site do vaticano, esta definição do que é a CNBB.
    Aí diz que ela é:
    -"Uma organização", o que é óbvio.
    - "Destinada a permanecer ao longo da história como instrumento de comunhão afetiva e efetiva entre todos os bispos". A função da CNBB deveria ser justamente esta: facilitar a intercomunicação dos senhores bispos no Brasil a fim de que eles pudessem agir de maneira mais ou menos uniforme. Só que esta uniformidade ou esta unidade "afetiva e efetiva" só pode acontecer tendo por base a unidade da doutrina e da Fé. Quando esta falta, naturalmente aquela unidade se torna ilegítima. Se o instrumento não toca como deveria, isto é, não serve para o que foi feito (como tem sido o caso) ou vc o conserta, ou o deixa.

    Depois, na CNBB não há perfeita comunhão. O que há é a imposição de algumas práticas que foram decididas por um certo grupo que goza de uma suposta autoridade maior. Só... Os bispos, no entanto, que se opõem, como aconteceu recentemente no caso da excomunhão dos médicos que impuseram o aborto àquela menina de nove anos e, mais recentemente ainda, no caso das eleições do ano passado, são simplesmente perseguidos e, à medida do possível, calados.

    ResponderExcluir
  4. A CNBB deveria ser ainda:
    - Um instrumento "de eficaz colaboração com os ordinários diocesanos de cada Igreja Particular na tríplice função de ensinar, santificar e governar as ovelhas do próprio rebanho"

    Que ela deveria facilitar a colaboração entre os bispos, é algo que se percebe fácil. Porém, esta colaboração deveria ser com o intuito de ensinar (ensinar a verdade, isto é, a doutrina católica em perfeita obediência ao Papa, ao Magistério e à Tradição), santificar (isto é, pelo ensino e testemunho da verdade, levar as almas para Deus) e fovernar as ovelhas (governar sob a Verdade que é Cristo). No entanto, caríssimo, estas condições não têm sido cumpridas.

    Vê-se aí que a existência da CNBB é bem condicionada a algumas normas. Ela existe para facilitar; é como uma estratégia. No entanto, como dito num post anterior, aquilo que existe como estratégia, isto é, ordenado à obtenção de certos resultados práticos, é, por força, contingente. É o caso da CNBB.

    Ela não existe por necessidade intrínseca da Igreja. Portanto, ela não faz parte da hierarquia; não é um meio termo entre os bispos e a Papa. É somente uma organização de bispos para facilitar o trabalho comum. No entanto, é apenas um instrumento. Infelizmente, este instrumento não tem tocado boa música...

    Para que alguém seja católico, não precisa obedecer aos ditames da CNBB. Deve submissão, sim, ao bispo diocesano; mas, ainda assim, esta obediência é condicionada à harmonia deste bispo com o Papa e a Igreja.

    ResponderExcluir
  5. O link da definição acima
    http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/letters/2002/documents/hf_jp-ii_let_20020411_bishop-chemello_po.html

    ResponderExcluir
  6. Atenção!Você que procura estar por dentro de assuntos sérios:
    O terceiro segredo de Fátima foi deturpado,aliás, todas as aparições famosas de Nossa Senhora foram ardilosamente manipuladas pelo poder eclesiástico,e nós leigos,temos o dever de saber a verdade, porque o papa Bento XVI mostrou a Raymundo lopes os escritos originais da pastora Lúcia.Favor acessar o site www.espacomissionario.com.br e tire suas próprias conclusões a respeito daquilo que Nossa Senhora verdadeiramente pretende com Suas aparições mundo afora, que é de nos avisar do retorno de Jesus que está muito próximo, iminente. E não o que dizem por aí, mensagens de cunho interesseiro,cujo único intuito é o lucro fácil em nome da Mãe de Deus.Brincaram com a inteligência de Maria e isto é muito sério...

    ResponderExcluir
  7. Salve Maria,

    Como vai Fábio

    Primeiro a CNBB não pode falar em nome da Igreja, pois ela não faz parte de sua hierarguia. E eu ou qualquer catolico não tem obrigação de seguir nenhuma de suas indicações que muitas vezes de contra o que Bento XVI deseja. Exemplo de como eles auteram o documento de Aparecida que foi aprovado pelo Papa.

    Segundo essas conferencias já deviam ter deixado de existir, principalmente essas campanhas da fraternidade mais voltata para o mundo e um falso ecumenismo. Pois não existe salvação fora da Igreja Catolica.

    Terceiro respeito e rezo pelos nosso Clero e me sinto sempre na obriagação como Católico de falar e justificar os erros que lá acontecem por alinhamento politico com esse governo que ai esta totalmente ateu, homossexual, etc.


    Que Deus proteja a todos.

    Benicio Francisco

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar. Mas, se for criticar, atenha-se aos argumentos. Pax.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...